BLOG | UNAPEL

O que esperar em tecnologia e inovação no agronegócio em 2023?

produtor-tecnologia

Com a incorporação de tecnologia e inovação no agronegócio, as fazendas passaram por uma rápida modernização de seu processo produtivo. Dessa forma, para se tornar relevante e ganhar competitividade, é preciso analisar estrategicamente como esse novo cenário pode ser aplicado na fazenda. Descubra!

 

A tecnologia e a  inovação passaram a integrar os meios produtivos em diferentes mercados e setores, incluindo o agronegócio. A cada ano, o agro se torna cada vez mais tecnificado. São tantos projetos e ferramentas que se torna difícil acompanhar essas mudanças.

 

De fato, muitos produtores rurais já sentem os efeitos da tecnologia e inovação no agronegócio, como o aumento da produção, a melhora no controle e prevenção de fitopatógenos e cultivares mais resistentes. Além disso, a tecnologia acompanha todas as etapas de produção.

 

A partir disso, o comportamento do homem do campo mudou e hoje os empreendedores rurais já passam a ver as ferramentas tecnológicas como suas aliadas e um meio para conseguir aumentar a sua lucratividade. 

 

Contudo, implementar uma nova tecnologia na fazenda não é uma tarefa fácil. Além de pensar no investimento necessário e custo benefício, é preciso sobretudo analisar as necessidades do negócio rural de maneira estratégica. 

 

Como é de conhecimento, todo custo para a fazenda tem que ter um retorno para poder ser vantajoso para o empreendimento. Esse retorno precisa ser estimado para saber se realmente traz benefícios para a produção. 

 

Além disso, são tantas novas tecnologias que surgem que é normal ficar confuso em qual implementar e, por isso, estar atento às tendências é importante para não se sentir perdido. 

 

Neste artigo, vamos trazer os desafios do agro e as tendências em inovação e tecnológica para ficar de olho em 2023 e nos próximos anos. Acompanhe!

 

Quais são os desafios do agronegócio?

 

Como o setor que mais movimenta a economia nacional, o agronegócio brasileiro cresce a cada ano, seja as suas produções recordes em diversas culturas ou as suas exportações. Parte desse crescimento se deu através da introdução da tecnologia e inovação no agronegócio.

 

Mas apesar desse aumento positivo nos números e o Brasil ser considerado um dos principais produtores mundiais, o agro ainda enfrenta certos desafios. Esses entraves não atrapalham somente o agro, mas todas as empresas e pessoas que dependem dele.

 

Como é um setor que movimenta o país, já que o setor agrícola representa 25,5%  da participação no Produto Interno Bruto (PIB) total, estes desafios têm impactos diretos na economia nacional. Mas, quais desafios são esses? 

  • Perdas no campo

Ao longo do processo produtivo, é muito comum o produtor rural lidar com as perdas no campo. Contudo, para além de significar uma redução na margem de lucros, também representa um alimento a menos para o consumidor.

 

Esse desperdício acumulado representa ao final um grande montante para o produtor rural e, muitas vezes, o gargalo está no momento da colheita. Segundo uma pesquisa feita pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a etapa de colheita chega a desperdiçar até 10% do volume colhido.

 

Somando também o gargalo e precarização da logística no agro, muito do que é produzido nem chega à mesa do consumidor. Seja por erros humanos ou pela precarização, esse ainda é um grande desafio para o agro.

  • Falta da gestão do negócio

Muitos produtores rurais na rotina da fazenda acabam por dar uma atenção maior à produção, deixando de lado a gestão do negócio que é muito importante para manter a saúde financeira e a longevidade da empresa rural.

 

Por não saber ou por não ter tempo, a gestão do negócio acaba por ficar defasada e isso tem impactos em todas as esferas do negócio, seja a falta de organização financeira ou a gestão de insumos e recursos. Tudo isso gera muitos desgastes para o produtor, além de despesas extras. 

  • Pouca precisão das operações

Assim como a falta de uma boa gestão, a ausência de maior precisão nas operações também traz consequências indiretas para o processo produtivo e gera mais custos. O que faz com que os resultados sejam comprometidos. 

 

Além de maiores custos, há também o maior consumo de insumos e muitas vezes não se obtém o desempenho esperado. Um exemplo disso é na pulverização para combater determinado patógeno.

 

Espera-se que com a operação o alvo seja atingido e o seu manejo seja controlado, mas se você não tem precisão esse resultado não é alcançado. Essa é apenas uma das situações que podem ocorrer e geram muitos transtornos para o produtor rural.

 

É diante disso, que cada vez mais empreendedores do campo acabam por investir em tecnologia e inovação para auxiliar nestes e em outros desafios da sua produção. Mas no que você precisa investir? No próximo tópico você verá mais sobre as tendências para o campo.

 

Quais as tendências em tecnologia e inovação para o campo?

 

Com o agronegócio cada vez mais tecnificado, é difícil acompanhar tantas soluções que chegam no campo e muitas vezes entender qual a sua aplicação na rotina das fazendas. Contudo, não há como fechar os olhos para essas mudanças se você quer ter um negócio próspero.

 

Diante disso, é importante acompanhar a tecnologia e inovação no agronegócio e como elas podem ser benéficas para os produtores rurais. Veja abaixo alguns destaques para você ficar atento em 2023 e nos próximos anos:

  • Máquinas autônomas

As máquinas agrícolas foram um primeiro passo para a entrada das tecnologias no campo e de lá para cá não pararam de evoluir. Hoje já é possível encontrar máquinas com diversas tecnologias de precisão embarcadas, como a taxa aplicável. 

 

A tendência é ainda serem mais modernas, contando com inteligência artificial, telemetria, softwares, sensores e outros recursos que as deixem ainda mais inteligentes e sendo possível ainda controlá-las de forma remota. 

 

Essas mudanças já estão começando a ser implementadas e nos próximos anos tendem a se intensificar. Na Unapel, muitas máquinas possuem o piloto automático agrícola, que permite configurar predefinições para a máquina executar de forma independente, com o mínimo de interferência humana. 

 

Por meio de sensores e software, os comandos chegam à máquina que executa a operação. Dessa forma, além de reduzir a necessidade ter um profissional destinado para essa atividade, é possível acompanhar em tempo real e controlar por dispositivos móveis.

  • Melhoramento genético

Além da tecnologia que revoluciona máquinas e equipamentos agrícolas, há também avanços inovadores em pequenas partículas, que possuem benefícios visíveis para o produtor e seus resultados com o melhoramento genético.

 

Por meio das modificações que ocorrem na genética dos cultivares é possível receber, perder ou ter determinadas características, como a maior resistência à pragas, a condições climáticas extremas e muitos outros fatores.

 

Esse potencial de melhora genética dos cultivares traz ganhos produtivos perceptíveis, além de ser responsável por diminuir os custos e perdas no campo. 

  • Tecnologia Blockchain

O blockchain é um tipo de tecnologia que funciona como um grande banco de dados descentralizado, onde uma rede de computadores pode cruzar, compartilhar e registrar dados. Mas o que isso tem a ver com o agronegócio?

 

Essa tecnologia já está presente em muitos mercados e chega também com aplicações para o agronegócio. A rastreabilidade alimentar, a organização do negócio, as transações financeiras, de insumos e produtos agrícolas são algumas das aplicações dessa tecnologia.

 

Por ser uma rede de processamento e armazenamento de dados, é possível ter mais transparência, evitar fraudes e perdas de informações, além de conseguir muitas informações de maneira estruturada ao invés de pulverizada. 

  • Agricultura inteligente

Já pensou em combinar os dados e as novas tecnologias para melhorar a performance de operações e da produção? A agricultura inteligente vem com essa proposta de otimizar ainda mais o processo produtivo.

 

Como os dados são importantes para embasar decisões e ter um conhecimento aprofundado da cultura, solo, clima, máquinas agrícolas e muitos outros aspectos da produção, eles se juntam para oferecer maior precisão através das tecnologias.

 

Dessa forma, ocorrem a coleta de dados, diagnóstico das informações, planejamento estratégico, tomada de decisões e acompanhamento das ações. Isso é muito importante para que os dados não se acumulem e deixem de virar ações concretas. 

  • Equipamentos de precisão

As máquinas e equipamentos agrícolas também caminham para oferecer ainda mais precisão por meio da integração com as novas tecnologias. Dessa forma é possível aplicar melhor os processos e entender melhor as necessidades do cultivo.

 

A  New Holland, parceira da concessionária Unapel, investe nisso e entrega tecnologia de ponta de em suas máquinas agrícolas, performando melhor a cada operação e trazendo os resultados que o produtor rural busca.

 

São máquinas para todos os momentos da produção, tipos de cultura e desafios diferentes, projetadas por quem entende de agronegócio e dos desafios de milhares de fazendeiros que assim como você precisam melhorar a sua safra e escalar a sua produção. Venha conhecer as soluções da Unapel para você!

 

Conclusão

 

Neste artigo você viu os principais desafios do agronegócio e como a tecnologia e inovação é um grande aliado para solucionar esses obstáculos. Mas, para usufruir dos benefícios é preciso pensar estrategicamente em como aplicar a tecnologia na rotina da fazenda.

 

Por isso, acompanhar as tendências é importante para descobrir as aplicações, os investimentos e o que está chegando no agronegócio e como isso pode ser importante para o negócio rural. No texto você viu quais são essas tendências e como elas são incorporadas.

 

Se você quer investir em tecnologia para auxiliar o seu processo produtivo e realmente ter resultados satisfatórios, não deixe de contar com as soluções da Unapel, concessionária autorizada New Holland. Converse com a nossa equipe para saber mais!

 

E se você ainda não segue a Unapel nas redes sociais, acompanhe os nossos conteúdos pelo  Instagram, Facebook e YouTube, e assine a nossa newsletter para receber conteúdos direto na sua caixa de entrada.

 

FONTES:

 

Exame – https://exame.com/ 

Summit Agro – https://summitagro.estadao.com.br/ 

CNA Brasil – https://cnabrasil.org.br/cna  

Embrapa – https://www.embrapa.br/ 

Algar – https://www.algar.com.br/ 

Mais Artigos

Plantando o Bem na Unapel! 🌍

Nossa coordenadora de RH, Lorena Borges, lidera nosso programa de sustentabilidade, onde promovemos ações para tornar nossas cidades e local de trabalho mais sustentáveis. Estamos orgulhosamente engajados em duas iniciativas importantes: a coleta de tampinhas

Cadastre para receber nossos conteúdos

CONTATO

Rua Arlindo Gomes Branquinho, 1399
+55 38 9961-4980
contato@unapel.com.br

ST Q.1 – T. L 1.5 – Jardim Panorâmico Setor Ind. II
+55 61 9619-1130
contato@unapel.com.br

Avenida Dr. Lamartine Pinto Avelar, 1776
Loteamento Vila Chaud
+55 64 9918-8897
contato@unapel.com.br

Rua Paulo Rogerio da Silva, 521
Setor Norte
+55 61 9902-1032
contato@unapel.com.br

Olá, Como posso te ajudar?