Faça seu login

Esqueceu a senha?Fazer Cadastro
Intranet Webmail Trabalhe Conosco Emissão de Boleto
Olá, visitante. Entrar Cadastre-se

5 DICAS PARA O PEQUENO PRODUTOR RURAL AMPLIAR SEU NEGÓCIO

29Mai

O agronegócio é umas das atividades econômicas que mais cresceram no Brasil nos últimos anos, responsável por gerar empregos e abastecer os lares brasileiros. Além disso, o setor ocupa uma parcela significante do Produto Interno Bruto (PIB), cerca de 23%, segundo dados do Ministério da Agricultura.
 
A agricultura familiar, composta também pelos pequenos produtores, possui grande importância para o crescimento do setor, já que colabora para a diversificação dos alimentos.
 
A IMPORTÂNCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO BRASIL
 
A agricultura familiar possui uma forte relação entre o agricultor e o campo e a diversidade da produção agrícola. O trabalho no campo é realizado muitas vezes em propriedades pequenas, constituídas pela família, e focadas na policultura, ou seja, o cultivo de produtos orgânicos diversificados, sendo a principal produtora dos alimentos consumidos no Brasil, já que ocupa 77% dos estabelecimentos agrícolas, segundo dados do censo agropecuário  realizado em 2017.
 
Nos últimos anos, o Censo Agropecuário registrou um aumento de 5,8% de área ocupadas por estabelecimentos rurais, segundo a Agência Brasil. Na contramão deste crescimento, os pequenos produtores ainda carecem de investimentos e incentivos públicos para se sustentarem e, de fato, contribuírem para a geração de renda do país.
 
Além disso, a concentração de terras e grande parte dos financiamentos pelos grandes produtores rurais dificultam o crescimento deste setor que move a economia nacional.
 
Dessa forma, o pequeno produtor rural precisa estar atento às novas tendências do mercado e conhecer recursos que vão estimular resultados positivos e auxiliar para melhorias do trabalho no campo, ampliando o negócio rural.
 
Confira abaixo 5 métodos para impulsionar seu empreendimento.
 
 5 métodos para alavancar o crescimento do seu empreendimento.
 
  1. Pesquise quais as demandas para o seu produto
 
Muitas famílias que estão no campo desejam começar ou ampliar o seu negócio. Com isso, é normal surgirem dúvidas como quais produtos vender, como comercializar e outros. Por isso, é fundamental saber qual é a real demanda para o produto que você fornece.
 
A escolha dos produtos orgânicos leva em consideração diversos fatores como o clima, o solo, a necessidade deste orgânico no mercado, as técnicas necessárias para o cultivo e outros. Todos esses fatores são importantes para decidir o que plantar e constituem um passo essencial para o futuro do seu negócio.
 
Se você já vende produtos agrícolas e percebeu uma queda na comercialização ou quer aumentar a produtividade talvez seja a hora perfeita para avaliar novos cenários e variar as vendas. Para garantir o sucesso do seu empreendimento, diminuir custos e aumentar a sua lucratividade, esses fatores precisam ser analisados cuidadosamente.
 
Avaliar essas questões ajudará a pensar nos próximos passos, além de não perder tempo e dinheiro, cultivando mercadorias que não se adequam para sua realidade ou que não atendam a uma necessidade do mercado.
 
  1. Estude o mercado nacional e internacional
 
Outro passo importante é saber para quem você irá vender seus produtos. Não adianta pensar somente no cultivo, é crucial pensar quem irá consumir o produto que você oferta. Neste caso, avalie quais orgânicos são mais comercializados internamente, a busca pela demanda do produto no mercado e alie aos conhecimentos adquiridos no tópico anterior.
 
Além disso, comece a analisar o mercado internacional e perceba as oportunidades para expandir o seu negócio. Nos últimos anos, o Brasil tem se tornado um país com grandes chances de crescimento nas exportações, segundo dados do Ministério da Agricultura.
 
Se você estuda comercializar seus produtos internacionalmente, busque quais são os maiores parceiros comerciais, quais produtos tem grande aderência no mercado mundial, a concorrência, precificação e outros fatores.
 
Outra dica valiosa é apostar na qualidade do que você fornece, o mercado mundial é muito criterioso sobre questões de higiene e aspecto visual do produto, por isso invista em equipamentos tecnológicos, irrigue corretamente o cultivo e invista em insumos de qualidade.
 
As vantagens de exportar para fora do Brasil apresenta vantagens, dentre elas estão a oportunidade de aumentar os parceiros comerciais, o dólar tem um peso maior que o real brasileiro e você não dependerá apenas do mercado interno para consumir o seu cultivo.
 
Mas cuidado, antes de investir no mercado internacional, veja se o seu negócio está preparado para suprir a demanda e todas as questões de logística, que envolvem transporte, armazenamento e exportação, até chegar no seu consumidor final. Esse é um passo muito importante e que deve ser avaliado cuidadosamente.
 
  1. Aposte em cursos de capacitação
 
Adquirir novos conhecimentos ajudará a crescer o seu negócio. Por isso, invista em cursos que serão estratégicos para o empreendimento e para ampliar sua base de técnica.
 
Na internet, você encontra muitas informações úteis que são capazes de tirar dúvidas, ensinar novas técnicas e etc. Além disso, procurar se atualizar com as tendências do mercado pode trazer diversas oportunidades que podem ser benéficas para o seu negócio como técnicas para aumentar a produtividade, dicas para aumentar a qualidade dos produtos agrícolas, insumos do mercado e maquinários.
 
Com o objetivo de auxiliar os produtores a melhorar seus empreendimentos, o SEBRAE oferece cursos e oficinas para ajudar nas práticas do campo com táticas importantes que ajudará o seu negócio.
 
  1. Melhore sua gestão financeira
 
Uma prática essencial para a continuidade de toda empresa é a capacidade de manter uma gestão financeira eficiente. Com um bom planejamento orçamentário, o produtor é capaz de tomar decisões importantes para o negócio de forma consciente e adotar soluções para médio e longo prazo.
 
Além disso, com uma gestão financeira eficaz, você será capaz de investir um maquinário, contratação de funcionários e aquisição de insumos. Para isso, veja a como está a saúde do seu empreendimento e avalie os próximos passos.
 
O produtor também pode contar com linhas de crédito disponibilizadas por iniciativas do Governo ou privada. Mas preste atenção, antes de contratar esse serviço, veja como está o fluxo de caixa e se é possível honrar com os compromissos financeiros.
 
  1. Invista em inovação
 
Com a crescente incorporação da tecnologia no campo, investir em equipamentos podem facilitar muito o empreendimento rural. São diversas tecnologias que agregam ao negócio no campo e trazem eficiência e economia.
 
A UNAPEL  sabe a importância do pequeno e médio produtor rural e auxilia em seu empreendimento, oferecendo maquinários e equipamentos que potencializam o trabalho no campo, com alta precisão, economia e eficácia.
 
Agora que você já sabe os principais passos para ampliar o seu negócio. Siga nossas  redes sociais e fique por dentro de dicas e conteúdos exclusivos que preparamos especialmente para ajudar você a alavancar seu negócio.

Por Thais Rodrigues* 
*Estagiária sob supervisão de Isabela Azi

FONTES:
Gazeta do povo - https://www.gazetadopovo.com.br/
IBGE - https://www.ibge.gov.br/
Agência Brasil - https://agenciabrasil.ebc.com.br/
Portal Sebrae - https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae